segunda-feira, 1 de novembro de 2010

O terramoto de 1755 - partes 4 e 5 (documentário RTP)

Termina aqui a apresentação das duas últimas partes deste excelente documentário da Radiotelevisão Portuguesa, na passagem de mais um aniversário (o 255º) do grande terramoto que em 1 de Novembro de 1755 destruiu grande parte de Lisboa.



sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O terramoto de 1755 - parte 1 (documentário RTP)

Aproxima-se a data do 205º aniversário do terramoto que destruiu grande parte de Lisboa. Durante os próximos dias irá ser divulgado aqui o documentário em 5 partes que a RTP produziu para assinalar os 250 anos do acontecimento.

Aqui fica a 1ª parte.

sábado, 28 de agosto de 2010

Visitas virtuais a palácios e museus de Portugal



São oito, até este momento, os palácios e museus nacionais que possibilitam uma visita virtual. Claro que nada substitui as visitas presenciais, mas para quem não as pode fazer, aqui ficam as ligações:

Museu Grão Vasco (Viseu)

Museu Nacional de Arte Antiga (Lisboa)

Museu Nacional Soares dos Reis (Porto)

Museu Nacional do Azulejo (Lisboa)

Palácio Nacional da Ajuda (Lisboa)

Palácio Nacional de Mafra

Palácio Nacional de Queluz

Palácio Nacional de Sintra

Boas visitas!

Foto JorgeF: Palácio Nacional de Queluz.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Revolução dos Cravos

Documento histórico, este documentário francês sobre os dias seguintes ao 25 de Abril de 1974 permanece inédito nas nossas televisões.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Francisco dos Santos: escultor, pintor... e futebolista



Com algum atraso, devido a afazeres profissionais, desvendo hoje a solução do problema 3 das "Curiosidades da História". A resposta correcta foi dada pelo leitor Victor Silva: de facto o que unia as três imagens (emblema do Sporting Clube de Portugal, na sua primeira versão; emblema da Lázio de Roma; estátua do Marquês de Pombal, em Lisboa, no local outrora conhecido por Rotunda) era o nome de Francisco dos Santos.


Francisco dos Santos, nascido em 1878, era natural de Paiões, perto de Rio de Mouro, Sintra. Órfão de pai aos dois anos, fez os seus estudos na Casa Pia, onde revelou grandes aptidões para o desenho e para a escultura. E não lhe faltava jeito também para esse novo e estranho desporto de ingleses, recentemente introduzido em Portugal, o football.

Aos 15 anos matriculou-se na Escola de Belas Artes. Terminou o curso com distinção aos 20 anos. Entretanto, não deixara de praticar futebol, primeiro no Casa Pia, e mais tarde, a nível oficial, no Sport Lisboa.

Em 1903 foi para Paris, para a Escola de Belas Artes. A bolsa de estudo era magra, e na capital francesa passou por dificuldades financeiras. Casou com uma senhora francesa e, em 1906, um subsídio concedido pelo Visconde de Valmor permitiu-lhe traçar um novo rumo na sua carreira: o destino era Roma, para prosseguir os seus estudos e aprimorar a sua arte escultórica.

De novo as dificuldades financeiras o afligiram, para mais numa época em que já era pai de um filho. Para pagar os estudos dava aulas de francês e... jogava futebol. Na Lázio de Roma, equipa que chegou a capitanear e onde atingiu grande brilhantismo. Foi o primeiro futebolista português a jogar no estrangeiro.

Regressou a Portugal em 1909, sempre na míngua de finanças. No campo desportivo, prosseguiu a sua carreira no Sporting Clube de Portugal, como jogador. Foi um dos fundadores da Associação de Futebol de Lisboa e foi, também, árbitro de futebol.

O seu talento como escultor - e também pintor - foi sendo reconhecido, e com o passar do tempo foi também aumentando a sua riqueza. Para trás ficavam os anos de uma juventude de pobreza e das dificuldades financeiras passadas quando já tinha constituído família. Já em plena República, foi o vencedor do concurso para o busto feminino que representava oficialmente o novo regime. Outras encomendas foram surgindo, a mais célebre de todas a estátua do Marquês de Pombal. Vários locais de Lisboa estão embelezados por obras suas. Na pintura, notabilizou-se pela sensualidade dos seus nus femininos.

Francisco dos Santos faleceu em 1930, aos 52 anos.

 Imagem: O busto da República, de Francisco dos Santos.

terça-feira, 23 de março de 2010

Curiosidades da História (responda o leitor) - 3

Que personalidade portuguesa está relacionada com estas três imagens?


Respostas para a caixa de comentários, por favor.

A resposta correcta foi dada pelo leitor Victor Silva, a quem endereço os parabéns! Em breve colocarei aqui um pequeno artigo sobre o escultor (e futebolista) Francisco Santos.

Foto (3ª imagem - escultura na Praça Marquês de Pombal, em Lisboa): autoria de JorgeF.

segunda-feira, 22 de março de 2010

A Revolução Francesa

Um interessante documentário sobre a Revolução Francesa, traduzido para português do Brasil. Em 14 partes!
Embora as balizas temporais sejam mais largas, o essencial do documentário centra-se no período da Convenção Republicana (1792-1795), principalmente na acção de Maximilien Robespierre, o instigador do período conhecido por "Terror". E no entanto, de início Robespierre era um intelectual do Iluminismo que abominava a pena de morte e a guerra e defendia a liberdade, a igualdade, o sufrágio universal e o fim da escravatura...



























quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Curiosidades da História (responda o leitor) - 2

Está na altura de dar continuidade à série "Curiosidades da História", satisfazendo um pedido que me foi recentemente feito. Vejamos se a resposta correcta é encontrada para este enigma.


Que relação existe entre estas duas personagens portuguesas ...



... e a localidade maltesa de Floriana?


Pequenas pistas: a personagem representada na gravura de cima viveu entre 1610 e 1677 e distinguiu-se na Guerra da Restauração; a representada na gravura de baixo, viveu entre 1663 e 1736 - mais não digo sobre esta, porque seria grande ajuda.



Respostas para a caixa de comentários, por favor.

A resposta certa já foi dada pelo leitor João André Gouveia, a quem endereço os parabéns:

A primeira imagem é de Sancho Manuel de Vilhena que teve um papel fundamental na Guerra da Restauração. A segunda imagem é António Manuel de Vilhena, sendo este o Grão Mestre da Ordem de Malta, fundou a cidade de Floriana (terceira imagem).
O nome Floriana é uma homenagem de António Manuel ao seu pai, por este ser Conde de Vila Flor.

Sobre este tema, leia-se o seguinte artigo no blogue Ordem de Malta:

http://ordemdemalta.blogspot.com/2006/06/d-antnio-manuel-de-vilhena-o-mais.html

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Nelson Mandela - 20º aniversário da sua libertação

O pequeno documentário não está legendado, mas mesmo assim decidi apresentá-lo neste dia que marca o 20º aniversário da libertação de Nelson Mandela. Neste mundo de hoje já não há muitos estadistas como Mandela, se é que há algum.

Exemplo de coerência e de coragem, Mandela é um farol para a Humanidade, tal como o foram Martin Luther King e Mahatma Gandhi. Lutar pela justiça, pela liberdade, com a força da razão e a arma da tolerância vale sempre a pena, mesmo que os novos senhores do mundo, endeusando o mercado e menosprezando o ser humano, procurem desencorajar esses ideais entre as novas (e as menos novas) gerações.

Haja esperança.

Download:
FLVMP43GP
Download:
FLVMP43GP

domingo, 24 de janeiro de 2010

Mosteiro dos Jerónimos - visita virtual




Muito interessante. Entre por aqui,se faz favor.

Imagem: Mosteiro dos Jerónimos nos primeiros anos do século XVIII. Biblioteca Nacional, Iconografia, E979A.